segunda-feira, 28 de julho de 2014

Dias que passam


http://instagram.com/claudiagrincho

Este fim-de-semana, ri perdidamente com os meus filhos. Emocionei-me com uma amiga que Bruxelas me devolveu em período de férias e com ela dei mais um salto quântico no meu caminho. Como terapeuta senti a plenitude. Este fim-de-semana perdi para outro plano um dos meus amigos favoritos de sempre. Revi palavras orientadoras que me dirigiu, ao longo de mais de 20 anos de amizade. Recordei a preciosa ajuda que sempre foi nas minhas recolhas solidárias. Chorei por recordar que das últimas coisas que me disse, já no hospital, foi que estava empolgadíssimo com a recolha de bens daqueles que serão os meus 40 anos. 

[ E este ano, Luís, não vou contar consigo, fisicamente, não o irei  ouvir dizer " se a menina soubesse o que eu gosto do seu aniversário ". Mas este ano, Luís, tudo brilhará ainda mais, certamente. ]