quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Da justiça divina



E quando te fazem mal de forma deliberada? E quando sabes que sempre cuidaste e nutriste, nada fazendo para merecer tal mal? E quando tudo o que passas a querer é que o Universo se encarregue de fazer com que as contas se ajustem? Com que do céu desça o inferno? Com que do certo se gere o terrivelmente incerto? Com se pague a peso de ouro tremenda maldade? Isso faz de ti uma má pessoa?!? Não. Faz de ti a pessoa que sabe que aquilo a que chamamos de justiça divina nunca te deixou ou deixará ficar mal perante quem te feriu. E que basta só um bocadinho mais de paciência. Respiras e entregas.