domingo, 25 de janeiro de 2015

Paz no coração



O Ego diz: Quando tudo estiver no seu lugar, encontrarei a paz. 

O Espírito diz: Encontro e sou a paz e tudo encontrará o seu lugar.


E nos dias em te desesperas por sentir paz no coração? Nesse dia questionas o porquê de não a sentires. O porquê de a teres perdido. Nesse dia o Universo responde-te, para te explicar que nunca poderás ter paz interior se viveres de forma incoerente. Se sentires uma coisa e viveres outra. Se pensares de mil formas diferentes num intervalo de dez segundos. Se o que os outros pensam da imagem que projectas for o teu foco. A incongruência é a tua pior inimiga. Alinha o que pensas, com o que sentes e com o que fazes e encontrarás o teu céu. Dá trabalho, pensarás em desistir muitas vezes e outras tantas. Busca a fonte do teu verdadeiro poder interior.  E o espelho que por norma não consegues encarar vai ser o teu primeiro sorriso da manhã. Lá verás o teu sorriso franco e consciente. Na certeza de que caminhas na vereda mais verde e luminosa que existe. Autenticidade. Ser autêntico. Pede desculpa. Explica o porquê. Perdoa-te na certeza de que colocas o máximo de ti no mínimo que fazes. Agradece cada milímetro de caminho. A paz no coração é uma conquista diária. Mais que uma conquista, é um merecimento.